Aqui é "Curinthia Mano!" - Tabelinha entre futebol e trabalho. Agora é que são elas!

Atualizado: 17 de Nov de 2020

Sou Flamengo (não daqueles roxo), não sofro por futebol porque tenho minhas convicções, prefiro mais os exemplos do Futsal, mas hoje, me rendi aos exemplos do Corinthians, na verdade das Corinthianas. Vamos entrar em campo, vamos aos fatos!


Foto: Reprodução extraída do site oficial do Corinthians


Algumas semanas atrás por coincidência tive acesso a dois conteúdos sobre futebol feminino que ajudam a reforçar a paixão pelo esporte e admiração pelas mulheres como profissionais, o time do Corinthians feminino foi o primeiro.


Adoro futebol, amo a minha profissão de RH e quando conseguimos juntar as duas coisas melhor ainda. Acompanhei uma matéria da rede globo, que tratava da utilização da Goleira como uma armadora, uma líbera, no futebol de campo onde a instrução de um "Técnico Maluco" - diriam alguns, - liberou a goleira para atuar com os pés muito longe da sua meta. Como a ação é muito arriscada, vem a tese de que o técnico seria um maluco, no meio de um bando de loucos como são denominados os torcedores Corinthianos.


Tenho 43 anos e estou envolvido com futebol amador desde os 12, nunca ví alguém fazer no campo e muitos outros se pelam de medo de fazer no futsal em quadras pequenas, afirmando: - isso não vai dar certo. Quantas vezes você já escutou isso? Crenças Limitantes.


A motivação em escrever sobre o assunto, é porque, tive sempre muita resistência trabalhando com Futsal Masculino em apostarem nas ações do goleiro linha. - Isso não vai dar certo! É loucura! Nós não sabemos jogar com goleiro linha! - Não, não, pessimismo e falta de iniciativa de tentar algo novo.


Mas ai vem o Sr. Arthur Elias, técnico do time profissional feminino do Corinhians e lança mão da estratégia do goleiro linha no futebol de campo, e melhor ainda, o saldo é positivo com a estratégia, porque vem sendo treinada, é um risco calculado.


Mudanças de regras no Futsal e Futebol de Campo


Voltando nas comparações entre futsal e futebol de campo, para você que não está muito habituada(o). No futsal de 1992 para cá, as mudanças nas regras sempre foram mais frequentes com o intuito de dinamizar o jogo. O Ápice do Futebol é o gol e no futsal eles ocorrem aos montes. E numa dessas mudanças, o goleiro foi promovido a protagonista, a guria ou o cara que mais pega na bola, com mãos e pés, ou seja, o goleiro linha não é novidade a muito tempo.


Já nos campos as mudanças das regras já não são tão comuns, a utilização do vídeo por exemplo, muito aplicada em outros esportes recentemente foi adotado no campo para criar um ambiente de justiça, no esporte em que reina a malandragem a astucia. E falando da atuação da goleira, estamos vendo uma valorização maior de quem tem habilidades com os pés, porque as saídas de bola no campo de defesa deram uma dinâmica diferenciada em algumas equipes. Está certo que ainda restrita aos goleiros permanecerem na pequena ou grande área, portanto, "mais seguros".


Voltando ao time do Corinthians


Voltando as "Mina Curitnhiana" e o mestre Arthur Elias, fiquei muito feliz com alguém tomando uma INICIATIVA de usar a goleira Lelê, uma das 3 goleiras que trabalham à alguns anos com o técnico, a frente do meio campo para atuar com os pés. Moçada! é uma situação muito inusitada no futebol. Vemos cenas de camicases indo no desespero tentar o gol, mas apostando 200% na sorte apenas.


"Preparação

Jogar em alto nível exige preparação em alto nível. Como citado por Arthur, as goleiras do Corinthians por vezes têm treinamentos integrados aos das jogadoras de linha. Há a necessidade de um preparo não só tático, mas também mental e, principalmente, físico...".


Fonte: https://globoesporte.globo.com/futebol/times/corinthians/noticia/noticias-corinthians-feminino-goleiras.ghtml


Elas chegaram primeiro! Apostaram no novo e vão colher os frutos por isso. Um dia vai dar errado? Certamente vai, mas, o que importa é o balanço geral. Que lição, responsabilidade dividida e coragem - Esses, são dois dos ingredientes usados para administrar a situação adversa, que vai além, aborda conceitos que englobam a complexidade da manobra e as possibilidades de erros de leitura do momento, mas que são trabalhados em treino para serem minimizados.


Quantas vezes vi o goleiro sendo crucificado nos meus jogos de várzea, que barbaridade!


Mas, para quem tem coragem de arriscar o novo, a recompensa vem. Quando uma das jogadores descreve o frio na barriga ao tentar as jogadas, consigo compreender o sentimento, e isso, ocorre muito na nossa vida profissional, uma adrenalina boa, as garantias sentimos quando o técnico frisa na sua fala, - tornar a ação um Risco Calculado.


Em Rio Negrinho as quadras de futsal tem no máximo 30 metros por 20, para os padrões de Futsal Profissional é pequena para a utilização mais frequente do Goleiro linha. Mas, na minha opinião, o lamento é que estamos muitos anos fazendo a coisa do mesmo jeito, repetindo sempre os mesmos erros, com medo do risco e preguiça de treinar.


Voltando às mulheres, nossa! como é bom aprender com elas, de que PREPARAÇÃO, INICIATIVA dão resultados, parabéns ao Arthur e a todo elenco feminino do Corinthians, é o futebol voltando a ser divertido graças a elas...


Pessoal, dedico o texto as mulheres pelos inúmeros exemplos de superação, inovação, que se aplicam no futebol. No trabalho, a constatação de que elas tem apostado na preparação para mostrar seu valor.


Eu sou Joelcio Moreira, sou Flamengo e neste ato, rendido ao talento do futebol feminino do Corinthians.

Fotos do Elenco



11 visualizações0 comentário

© 2021 Joelcio Moreira

  • Grey Instagram Ícone
  • LinkedIn Joelcio Moreira
  • Facebook Joelcio Moreira
  • Youtube Joelcio Moreira